HOBBY IMPORTS MODEL

HOBBY IMPORTS MODEL
TUDO PARA O AEROMODELISMO ELÉTRICO

sábado, 29 de outubro de 2011

Warehouse da Hobby King no Brasil

O que significa uma warehouse da Hobby King no Brasil?

 Creditos do site www.aers.com.br
Ainda é muito cedo para avaliar o real impacto que causará a instalação do depósito da Hobby King no Brasil, até porque não se conhece qualquer detalhe a respeito da operação.
Entretanto é possível esclarecer alguns aspectos e fazer um pequeno e simplista exercício de futurologia, e é isso que pretendo nas linhas a seguir.

Antes de tudo quero deixar claro que apresentarei uma opinião minha, portanto é de natureza totalmente subjetiva e tem como objetivo vislumbrar, ou ao menos tentar, como será a operação da Hobby King no Brasil. Ao contrário de artigos técnicos onde existe uma base de conhecimento específica, conhecida, testada e comprovada, neste artigo tudo pode se mostrar diferente no futuro, quando os fatos se expressarem por si próprios.
Para início de conversa vamos entender o que é a warehouse da Hobby King.
Várias compras que os brasileiros gostariam de fazer na Hobby King são inviáveis atualmente. Para alguns produtos o preço do frete é um absurdo, por vezes empatando ou superando o próprio valor do produto. Em outros casos o tamanho e/ou peso do pacote a ser despachado não é aceito pelas empresas parceiras da Hobby King que atuam no transporte das mercadorias. Em geral esse transporte é por via aérea.
Outro aspecto relacionado ao transporte é o tempo, as mercadorias compradas levam em média de três a quatro semanas para chegar ao destinatário no Brasil. E esse prazo é muito variável, depende diretamente do tipo de frete e da empresa contratada para o transporte da mercadoria. Ainda há um fator que não deveria, mas é imponderável, o trânsito alfandegário no Brasil. Não há qualquer tipo de previsão que se possa fazer quanto ao tempo que levará para a mercadoria ser liberada pelo nosso fisco, independentemente de ser ou não cobrado o tributo de importação.
Recentemente a China passou a adotar uma política de restrição ao transporte aéreo de produtos considerados perigosos, e aí apareceu mais um obstáculo, pois as baterias de polímero de lítio (Li-Po) foram enquadradas nessa política. Em decorrência a Hobby King está literalmente se virando para conseguir despachar esses itens, sendo uma das alternativas o envio marítimo para algum outro país próximo e de lá por via área para o destino final.
Como vimos, a entrega das compras é um grande problema, seja por preço, por tamanho/peso, por prazo ou por tipo de mercadoria. Tudo isso é uma grande desvantagem competitiva para Hobby King, que acredito deva ser esforçar muito para conseguir oferecer preços extremamente competitivos e muitas vezes vê todo esse esforço ir por água abaixo por causa do frete. Eles devem perder muitas vendas para brasileiros e consumidores de outros países por conta disso, pois os mesmos procuram alternativas de custo final mais baratas, inclusive nos respectivos mercados locais. Lembrando que os preços da Hobby King são praticamente imbatíveis no mercado global.
Nesse ponto que entra a estratégia da Hobby King com suas warehouses fora da China. É uma idéia simples que procura resolver todos esses problemas de logística e transporte dos produtos comercializados.
As warehouses são apenas depósitos avançados da Hobby King. Eles vão escolher os produtos que mais são afetados negativamente pela logística/frete internacional, encher alguns containers com eles, colocar em um navio e mandar para o Brasil. Chegando aqui esses produtos serão armazenados em algum galpão e na medida em que as vendas forem realizadas as mercadorias serão despachadas a partir do galpão aqui do Brasil. É obvio que realizar isso não tão simples assim, mas na essência essa é a idéia por trás das warehouses.
As vantagens dessa estratégia contrapõem todos os obstáculos apresentados. O frete marítimo é muito mais barato do que o aéreo e comporta cargas em grandes volumes, com isso o preço do frete diminui muito, até porque o valor será diluído entre várias unidades dos produtos (ganho de escala). Esse tipo de transporte também permitirá as mercadorias mais pesadas, de maiores dimensões e aquelas consideradas perigosas. Aquele aeromodelo com dois metros de envergadura ou aquele tanque de dez kg com os quais você tanto sonhava agora poderão se tornar realidade.
Obviamente deverá haver o desembaraço alfandegário dessas mercadorias, mas nesse caso sob outras condições.
A liberação alfandegária irá ocorrer sobre um ou vários containers de uma só vez, temos aí novamente ganho de escala. Sobre o regime de tributação não tenho condições de opinar, mas acredito que serão alíquotas diferenciadas se comparadas à pessoa física.
E os prazos também serão bem menores, quando você efetuar a compra receberá o produto em poucos dias, por exemplo, via PAC ou Sedex, pois a mercadoria já estará no Brasil, desembaraçada junto a alfândega e esperando ser comprada pelo seu futuro dono. Em alguns momentos poderá não haver estoque no Brasil de um determinado item, nesse caso será necessário esperar a chegada de uma nova remessa.
Mas se você está pensando que terá um site da Hobby King em português e pagará suas compras com cartão de crédito nacional em 12 parcelas ou boleto bancário, pode ir tirando o aviãozinho oops, quer dizer o cavalinho da chuva. As compras continuarão a ser feitas no site internacional da Hobby King, com a diferença de que você irá escolher o depósito brasileiro.
Outro aspecto é a variedade de itens, nas warehouses são estocadas parte dos itens constantes no catalogo da Hobby King, notadamente aqueles que sofrem com os problemas de frete citados no início. Produtos que eu chamo de miudezas (componentes eletrônicos e peças de pequeno porte) continuarão a ser oferecidos apenas a partir do depósito chinês da Hobby King e serão comprados como hoje, com frete aéreo internacional, espera de um mês, etc.
Finalmente a pergunta que não quer calar, e o preço? Claro que eu não sei qual será o preço, mas imagino que será mais caro de que o preço de vitrine dos produtos oriundos do depósito chinês, no entanto o custo total deverá ser menor, e esse é o que vale, o total de dinheiro que vai sair do seu bolso.
Portanto nessa avaliação de preços precisamos comparar considerando o preço do produto + frete + impostos, para mim essa é a conta que vale. Isso sem contar com um valor subjetivo que é o prazo de entrega.
Acredito que a Hobby King não iria montar um esquema desse porte para no final de tudo cobrar mais caro do que a mercadoria comprada no depósito chinês. Não teria qualquer sentido, as pessoas continuariam a comprar do depósito chinês e o galpão brasileiro ficaria às moscas, seria enfiar o sorvete na testa.
E a concorrência? Esse é um capítulo a parte, preciso pensar melhor no assunto para depois escrever algo a respeito.
Vou encerrar por aqui, espero que tenha apreciado o panorama que montei sobre como será a warehouse da Hobby King no Brasil, segundo minha visão.

Não deixe de registrar seu comentário, é um assunto interessante para debater.
Até mais.

Leia o texto original em: Tips RC Dicas aeromodelismo, lançamentos, técnicas p/o hobby
http://tipsrc.blogspot.com/2011/02/o-que-significa-uma-warehouse-da-hobby.html#ixzz1HEWkDLuY
Os direitos autorais deste conteúdo pertencem a http://tipsrc.blogspot.com
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial Share Alike