TECH FITNESS

TECH FITNESS
ASSISTÊNCIA EM EQUIPAMENTOS DE GINÁSTICA

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

AR.Drone 2.0 é o sonho de crianças adultas e vizinhos tarados

AR.Drone 2.0 é o sonho de crianças adultas e vizinhos tarados



O AR.Drone é dos brinquedos mais legais do mundo. A ideia de controlar um quadricóptero com um iPhone enquanto filma tudo já era sensacional há exatamente dois anos, quando ele foi anunciado, e ficou bem mais legal com a versão 2.0, que tivemos a chance de dar uma volta na CES. Com uma câmera full HD (720p) e suporte para Android e tablets, o AR.Drone 2.0 não é só um brinquedo fantástico, mas também uma maneira de profissionalizar seus vídeos caseiros.
A Parrot, fabricante do “brinquedo” de US$ 299, montou um percurso com obstáculos no lado de fora da feira onde as pessoas poderiam se inscrever para tentar ganhar um prêmio de 5 mil dólares. Bastava ser um bom piloto. Obviamente a fila era imensa em qualquer momento e eu não consegui brincar, mas fiquei pra ver um chinês batendo o recorde do traçado. Vi também uma demonstração com um representante na minha frente. Ele conseguia fazer algumas manobras bem absurdas, tipo parafusos e rasantes. A pilotabilidade melhorou graças ao modo “Absolute Control”, onde você controla do ponto de vista do smartphone ou tablet, como você faria com um controle de videogame (e não relativo à posição, como antes). Em vídeo faz mais sentido:
Copiando o tecniquês do release:
- O coração do AR.Drone 2.0 tem um acelerômetro de 3 eixos, um giroscópio de 3 eixos e um magnetômetro de 3 eixos.
- Ele tem 2 sensores ultrassom, que analisam a altitude de vôo a até 6 metros.
- (Novo!) Um sensor de pressão traz ótima estabilidade vertical.
- 4 hélices especialmente projetadas para o AR.Drone 2.0 que permitem vôos mais suaves.
- Uma segunda câmera, colocada abaixo do quadricóptero conectada a unidade central, que mede a velocidade da aeronave com um sistema de comparação de imagens.
A carcaça mudou um pouquinho. Há a que já conhecemos, com as hélices aparentes e laterais de EPP (sigla em inglês para aquela espuma reforçada usada em pára-choques) e uma outra um pouco mais esportiva que a anterior, que dá mais uma cara de drone ao negócio, com direito a luzes no trem de pouso e tudo o mais.
Outras novidades da versão 2.0 estão a disponibilização de um SDK para quem faz apps de Android ou iOS. A ideia é que os desenvolvedores possam integrar os controles do drone dentro de outras aplicações. Hoje já é possível brincar com meia dúzia de joguinhos feitos pela própria Parrot, como um de tiro (Drones detectam uns aos outros no ar) ou corrida. Mas como a câmera é melhor, a possibilidade de brincadeiras com realidade aumentada é bem, bem promissora.
Mas para mim o mais interessante é a possibilidade de filmar coisas em HD. O AR.Drone 2.0 tem um modo travelling, onde ele mantém a altura do solo e voa em uma velocidade constante para frente ou para os lados, possibilitando tomadas aéreas bem profissionais. E, claro, maneiras mais eficazes de espiar a vizinha tomando sol de biquíni. Para quem leva o aeromodelismo a sério, o Ar.Drone certamente não é a melhor opção mesmo na faixa de preço. A falta de controles analógicos dificulta manobras mais finas — vi inúmeras quedas no pequeno percurso. Mas com algum treino, é possível algumas coisas bem impressionantes na versão 2.0, como o vídeo demonstra. Eu adoraria treinar mais.
Espere o AR.Drone 2.0 no 2º trimestre de 2012, pelos mesmos 300 dólares nos EUA e muitos dinheiros no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário